Cód: 33a80d42029af

CPNU 2024 (Completo) - Bloco 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos) - Pós-Edital

CONFORME EDITAL CESGRANRIO N.05, de 10 de janeiro, de 2024.

10 x 359,40
10 x 99,7072.26%*Válido até 20/07/2024
Opções de parcelamento (valor promocional)

COMPRAR
500 (h/a)
+612 vídeos
+143 PDFs


Metodologia IGEPP

Acesse a aba "Conteúdo" para visualizar aulas demonstrativas

Oferta de Lançamento
até HOJE, às 23:59h, horário de Brasília



✅ 75%OFF

 Dois (2) anos de acesso!


✅ Garantia de atualização pós-edital!

Liberação imediata!

 

✅ 10 de R$ 99,70 sem juros no cartão!


ou

Desconto à vista no pix: R$ 800,00
Peça no WhatsApp: 61 98637-0055 [08h às 23h)

✅ Ex-aluno(a): Solicite seu voucher especial no telefone Whatsapp (61) 98637-0055
EDITAL PUBLICADO!

Venha estudar com o Líder Imbatível em Aprovações para concursos de alto nível!

🌟 RESULTADOS QUE INSPIRAM! PREPARAÇÃO QUE GERA RESULTADOS! 🚀

🏆 1º LUGAR | IPEA 2024 | ALUNO IGEPP ONLINE | POLÍTICAS PÚBLICAS E SOCIEDADE

🏆 1º LUGAR | IPEA 2024 | ALUNA IGEPP ONLINE | GESTÃO E LOGÍSTICA (PCD)

🏆 1º LUGAR | IPEA 2024 | ALUNA IGEPP ONLINE | POLÍTICAS PÚBLICAS E SUSTENTABILIDADE (PCD)

🏆 1º LUGAR | CÂMARA DOS DEPUTADOS 2023 | ALUNO IGEPP ONLINE | ANALISTA TÉCNICA LEGISLATIVA

🏆 1º LUGAR | APPGG/SP (2023) | ALUNO IGEPP ONLINE | ANALISTA DE POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO 

🏆 1º LUGAR | ÚLTIMO CONCURSO CLDF | ALUNA IGEPP ONLINE | CONSULTOR LEGISLATIVO (CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA)

🏆 6 ENTRE OS 10 PRIMEIROS | 17 APROVADOS NO TOTAL | IPEA 2024 | ALUNOS IGEPP ONLINE | (POLÍTICAS PÚBLICAS E SOCIEDADE

🏆 3 ENTRE OS 10 PRIMEIROS | 17 APROVADOS NO TOTAL | CÂMARA DOS DEPUTADOS 2023 | ALUNOS (AS) IGEPP ONLINE | ANALISTA TÉCNICA LEGISLATIVA

🏆 20 CONSULTORES LEGISLATIVOS APROVADOS | CÂMARA DOS DEPUTADOS 2023 | ALUNOS (AS) IGEPP ONLINE

✅ 66% DOS APROVADOS NO ÚLTIMO CONCURSO EPPGG
✅ 40% DOS APROVADOS NO ÚLTIMO CONCURSO ATPS
✅ 30% DOS APROVADOS NO ÚLTIMO CONCURSO APO


1. PROPOSTA DO CURSO: BLOCO 5 [Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos]-CPNU-2024


Preparar com excelência candidatos, em um curso completo em Teoria, Exercícios, Discursivas, Simulados e Módulo Reta Final para o Bloco 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos), conforme o Edital n. 05, de 10 de janeiro de 2024 (Banca Cesgranrio).

Trata-se de nossa frente de  SUPERCURSOS ONLINEcompletos focados no edital  e com amplo prazo de acesso (2 anos). 

O corpo docente reúne a melhor equipe de professores do Brasil para a área de Políticas Públicas e Sociedade composta de conceituados especialistas na área, mestres e doutores, autores cujos textos são referência até para os próprios concursos; todos com ampla experiência nos concursos para a área.

Adquira já o seu curso e saía na frente com a instituição que aprovou (66%) dos nomeados no último concurso para Gestor Federal e (40%) dos nomeados no último concurso para ATPS (Gestão Social). 


2. CERTIFICAÇÃO

Considerando a existência de módulos capazes de agregar conhecimento e valor ao seu currículo e carreira, e tendo em vista a vocação da instituição com ensino de alta qualidade, o(a) aluno(a) poderá receber o certificado válido para diversas finalidades: licença capacitação, atividades complementares, promoção funcional, dentre outras. 

Em parceria com instituição credenciada pelo MEC, havendo interesse, o projeto poderá ser aproveitado para uma de nossas Pós-Graduações.

Nesse último caso, sujeito à complementação de carga horária e à contratação do módulo acadêmico, sendo garantidas condições diferenciadas para o aluno desse curso livre à distância.  


3. ESTRUTURA e FERRAMENTAS DO CURSO:

3.1  Aproximadamente 500 h/a em videoaulas + Aulas em PDF de teoria, exercícios e discursivas;

3.2  Minissimulados e simulados completos

3.3 Treinamento em questões discursivas quanto à forma e ao conteúdo (proposição de temas, fornecimento do espelho e correção em vídeo e/ou em aula em PDF).

3.4 Banco de dúvidas: os professores(as) e tutores(as) responderão às dúvidas mais pertinentes.

3.5 Módulo de reta final pós-edital: sprints, revisão avançada em exercícios, apostilas com resumos intensivos.


4. GARANTIA DE ATUALIZAÇÃO

Os(as) matriculados(as) no curso previsto neste informativo possuem a garantia de atualização gratuita de disciplinas, conforme a publicação do edital, sem necessidade de nenhuma complementação financeira.  


5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E CRONOGRAMA:

5.1 O conteúdo programático das disciplinas é o mesmo das ementas do EDITAL CESGRANRIO N.07, de 10 de janeiro, de 2024.

5.2 Na aba conteúdo, é possível verificar a estrutura programática de cada disciplina. Algumas aulas em PDF estão em fase de produção  e são postadas gradativamente no curso.


6. OBSERVAÇÕES:

1.  Cada aula poderá ser assistida pelo ALUNO(A) de forma ilimitada (assista quantas vezes quiser)

2.  As aulas em PDF estão liberadas para download e impressão.

3. Em nenhuma hipótese, será possível a troca de um curso contratado por outro curso online, haja vista a diversidade da quantidade de aulas, professores contratados, disciplinas lecionadas, investimentos, administração e despesas da Instituição.

4. É proibido a revenda, reprodução, duplicação, cópia, ou exploração de quaisquer fins comerciais da Plataforma do IGEPP Online, nem fazer uso da Plataforma ou do acesso desta para o fim de vendas de bens ou serviços, ou a promoção de uma companhia, bem ou serviço.

5. O e-mail para contato com a instituição é contato@igepp.com.br. Para um atendimento mais direto, por favor, entre em contato por meio de nosso canal no Telefone/Whattsapp (61) 98637- 0055  – Brasília, de segunda à sexta-feira, das 10h às 22h.

COMPRAR

Concurso Público Nacional Unificado: governo apresenta editais

O Governo Federal, por meio do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), lançou nesta quarta-feira (10/1), o conjunto de oito editais do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU).

CPNU 2024 - EPPGG - Completo - Bloco 7 (Gestão Governamental e Administração Pública) - Pós-Edital

CPNU 2024 - Bloco 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos) - Pós-Edital

CPNU 2024 - Bloco 4 (Trabalho e Saúde do Servidor) - Pós-Edital

CPNU 2024 -  Conhecimentos Gerais para todas as Áreas 

EPPGG UNIFICADO e IPEA - Combo Duo Pro EPPGG-CPNU-Bloco 7 e IPEA-SOCIEDADE - Pós-Edital

Esses oito editais representam os diferentes blocos temáticos contemplados nesse processo de seleção (confira abaixo), em modelo que amplia a possibilidade de escolha da vaga, e segundo o MGI, respeita a vocação e o perfil profissional de cada candidato.

➡️ Compartilhe essa notícia no WhatsApp

➡️ Compartilhe essa notícia no Telegram

Isso ocorre porque o CPNU permitirá a inscrição para mais de um cargo, desde que no mesmo eixo temático.

prova será realizada no dia 5 de maio e contará com avaliações objetivas específicas e dissertativas, por área de atuação.

De acordo com o Ministério da Gestão, o CPNU tem o objetivo de diminuir o impacto da redução dos servidores públicos federais nos últimos anos.

O ministério destacou que nos últimos seis anos o governo federal perdeu 73 mil servidores.

Enem dos Concursos

O “Enem dos concursos” vai selecionar, de uma só vez, 6.640 servidores para 21 órgãos públicos federais (órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional).

As inscrições estarão abertas entre 19 de janeiro e 9 de fevereiro. A prova do dia 5 de maio será aplicada em 220 cidades, localizadas em todas as Unidades da Federação, com questões objetivas específicas e dissertativas por área de atuação.

O MGI estima que o certame receba de 2 milhões a 3 milhões de inscritos.

A divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações será no dia 3 de junho.

Os resultados finais serão anunciados em 30 de julho. Em 5 de agosto terá início a etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação.

Inscrições

A taxa de inscrição será de R$ 60 para vagas de nível médio; e de R$ 90 para vagas de nível superior.

Estão isentos desse pagamento os candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico); aqueles que cursam ou cursaram faculdade pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); assim como aqueles que realizaram transplante de medula óssea.

Para se inscrever, o candidato deve acessar sua conta na plataforma Gov.br. A conta Gov.br garante a correta identificação de cada cidadão que acessa os serviços digitais do governo.

Em seguida, é necessário preencher os formulários e anexar os documentos exigidos no edital.

No momento da inscrição, o candidato fará a escolha pelas carreiras, que estarão divididas em oito blocos temáticos. Cada bloco reúne as carreiras que possuem semelhanças entre si.

As inscrições devem feitas pelo próprio candidato e apenas pela plataforma Gov.br. Serão aceitos todos os níveis de conta na plataforma Gov.br (ouro, prata ou bronze).

Modelo Concurso Público Nacional Unificado

O CPNU permitirá a inscrição para a disputa por vagas para mais de um cargo, desde que dentro do mesmo bloco temático, com taxa de inscrição única.

Ao concorrer a mais de um cargo, o candidato deverá classificar as vagas de interesse por ordem de preferência para definir a prioridade em uma possível chamada, que será baseada na nota alcançada.

Em política afirmativa e inclusiva, o MGI reservou percentuais para cotas específicas no CPNU: 5% do total de vagas de cada um dos cargos a candidatos com deficiência e 20% a candidatos negros, além de 30% das vagas para a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) para candidatos de origem indígena.

Bloco 5: Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: 1.016 vagas

Advocacia Geral da União (AGU): técnico em assuntos educacionais - Pedagogia: 20 vagas;

Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) - especialista em indigenismo - Indigenismo: 152 vagas;

Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) - especialista em indigenismo - Antropologia: 19 vagas;

Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) - especialista em indigenismo - Assistente Social: 21 vagas;

Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) - especialista em indigenismo - Sociologia: 12 vagas;

Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) - especialista em indigenismo - Pedagogia: 2 vagas;

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas - Psicopedagogia: 1 vaga;

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - pesquisador em informações geográficas e estatísticas - Demografia: 2 vagas;

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - tecnologista em informações geográficas e estatísticas - Demografia: 1 vaga;

Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) - analista em reforma e desenvolvimento agrário - Antropologia: 58 vagas;

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP): Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais - Qualquer área de conhecimento: 10 vagas;

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) - Analista em Ciência e Tecnologia - Ciências Humanas, Saúde e/ou Sociais Aplicadas: 13 vagas;

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) - Analista em Ciência e Tecnologia - Políticas Públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação: 8 vagas;

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) - Analista Técnico Administrativo - História: 8 vagas;

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) - Analista Técnico de Políticas Sociais - ATPS (MGI, MJSP, MDHC, MEC) - Qualquer área de conhecimento: 460 vagas;

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) - Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) - Qualquer área de conhecimento: 20 vagas;

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) - Técnico em Assuntos Educacionais - Pedagogia: 2 vagas;

Ministério da Saúde (MS) - Tecnologista - Área da saúde: 66 vagas;

Ministério da Saúde (MS) - Tecnologista - Fomento do Complexo Econômico-Industrial da Saúde: 15 vagas;

Ministério da Saúde (MS) - Tecnologista - Farmácia: 25 vagas;

Ministério da Saúde (MS) - Tecnologista - Área da saúde: 71 vagas;

Ministério dos Povos Indígenas (MPI) - Analista Técnico Administrativo - Qualquer área de conhecimento: 30 vagas.

Conteúdo do curso


COMPRAR

10 x 359,40
10 x 99,7072.26%*Válido até 20/07/2024
Opções de parcelamento (valor promocional)

COMPRAR
500 (h/a)
+612 vídeos
+143 PDFs

Disciplinas.

  • Planejamento de Estudos [Bloco 05] Pós-Edital [CPNU 2024]Rodrigo Silva Pereira 50 h/a | 5 vídeos
  • POLÍTICAS PÚBLICAS [Conhecimentos Gerais] Pós-Edital [CPNU 2024]Maria das Graças Rua | Lorena Fonseca de Medeiros Ferreira 50 h/a | 83 vídeos | 14 PDFs
    1.1 Introdução às políticas públicas: conceitos e tipologias. 1.2 Ciclos de políticas públicas: agenda e formulação; processos de decisão; implementação, seus planos, projetos e programas; monitoramento e avaliação.1.3 Institucionalização das políticas em Direitos Humanos como
    políticas de Estado. 1.4 Federalismo e descentralização de políticas públicas no Brasil: organização e funcionamento dos sistemas de programas nacionais.
  • DESAFIOS DO ESTADO DE DIREITO: DEMOCRACIA E CIDADANIA [Conhecimentos Gerais] Pós-Edital [CPNU 2024]Rodrigo Silva Pereira | Maria das Graças Rua 50 h/a | 3 vídeos | 9 PDFs
    2.1 Estado de direito e a Constituição Federal de 1988: consolidação da democracia, representação política e participação cidadã. 2.2 Divisão e coordenação de Poderes da República. 2.3 Presidencialismo como sistema de governo: noções gerais, capacidades governativas e especificidades do
    caso brasileiro. 2.4 Efetivação e reparação de Direitos Humanos: memória, autoritarismo e violência de Estado. 2.5 Programa Nacional de Direitos Humanos PNDH-3 (Decreto nº 7.037/2009). 2.6 Combate às discriminações, desigualdades e injustiças: de renda, regional, racial, etária e de gênero. 2.7 Desenvolvimento sustentável, meio ambiente e mudança climática. 
  • ÉTICA e INTEGRIDADE [Conhecimentos Gerais] Pós-Edital [CPNU 2024]Rodrigo Silva Pereira 50 h/a | 31 vídeos | 5 PDFs
    3.1 Princípios e valores éticos do serviço público, seus direitos e deveres à luz do artigo 37 da Constituição Federal de 1988, e do Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal (Decreto nº 1.171/1994). 3.2 Governança pública e sistemas de governança (Decreto nº 9.203, de 22 de novembro de 2017). Gestão de riscos e medidas mitigatórias na Administração Pública. 3.3 Integridade pública (Decreto nº 11.529/2023). 3.4 Transparência e qualidade na gestão pública, cidadania e equidade social. 3.5 Governo eletrônico e seu impacto na sociedade e na Administração Pública. Lei nº 14.129/2021. 3.6 Acesso à informação. Lei nº 12.527/2011. 3.7 Transparência e imparcialidade nos usos da inteligência artificial no âmbito do serviço público. 
  • DIVERSIDADE E INCLUSÃO NA SOCIEDADE [Conhecimentos Gerais] Pós-Edital [CPNU 2024]Otoniel Linhares 50 h/a | 2 PDFs
    4.1 Diversidade de sexo, gênero e sexualidade; diversidade étnico-racial; diversidade cultural. 4.2 Desafios sociopolíticos da inclusão de grupos vulnerabilizados: crianças e adolescentes; idosos; LGBTQIA+; pessoas com deficiências; pessoas em situação de rua, povos indígenas, comunidades quilombolas e demais minorias sociais.
  • ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL [Conhecimentos Gerais] Pós-Edital [CPNU 2024]Adenilton Almeida | Alvaro Costa Jr 50 h/a | 66 vídeos | 1 PDFs
    5.1 Princípios constitucionais e normas que regem a administração pública (artigos de 37 a 41 da Constituição Federal de 1988). 5.2 Estrutura organizacional da Administração Pública Federal (Decreto Lei nº 200/1967). 5.3 Agentes públicos: Regime Jurídico Único (Lei nº 8.112/1990 e suas alterações). 
  • FINANÇAS PÚBLICAS [Conhecimentos Gerais] Pós-Edital [CPNU 2024]Paulo Lacerda 50 h/a | 79 vídeos | 8 PDFs
     6.1 Atribuições econômicas do Estado. 6.2 Fundamentos das finanças públicas, tributação e orçamento. 6.3 Financiamento das Políticas Públicas: estrutura de receitas e despesas do Estado brasileiro. 6.4 Noções de orçamento público: Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA). 6.5 Federalismo fiscal no Brasil; Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/2000).
  • EIXO TEMÁTICO 1 (Bloco 05)Renato Lacerda | José Wesley | Leo Matos | Rafael Barbosa 50 h/a | 134 vídeos | 7 PDFs
    1 Planejamento e gestão estratégica: conceitos, princípios, etapas, níveis, métodos e ferramentas. 1.1 Ferramentas de gestão pública: detalhamento das ferramentas de diagnóstico organizacional. Balanced Scorecard (BSC). 1.2 Matriz SWOT. 1.3  Estabelecimento de objetivos e metas organizacionais. 1.4 Métodos de desdobramento de objetivos e metas e elaboração de planos de ação e mapas estratégicos. 1.5 Implementação de estratégias. 1.6 Análise de cenários. 1.7 Metodologias para medição de desempenho. 1.8 Indicadores de desempenho: conceito, formulação e análise. 1.9 Detalhamento da ferramenta de avaliação de desempenho: OKR. 1.10 Inovação na gestão pública. 2 Gestão de pessoas: liderança, gerenciamento de conflitos, motivação, sistemas de incentivo e responsabilização, gestão do desempenho, Programa de Gestão do Desempenho, teletrabalho. 2.1 Indicadores de gestão de pessoas, flexibilidade organizacional; trabalho em equipe; gestão de redes organizacionais, comportamento organizacional, cultura organizacional. 3 Gestão de projetos: conceitos básicos. 3.1 Processos do PMBOK. 3.2 Gerenciamento da integração, do escopo, do tempo, de custos, da qualidade, de recursos humanos, de comunicações, de riscos, de aquisições, de partes interessadas. 3.4 Metodologias ágeis. 4 Gestão de riscos: princípios, objetos, técnicas, modelos nacionais e internacionais, integração ao planejamento. 4.1 Processo de Gestão de Riscos: comunicação, consulta, contextualização, identificação, análise, tratamento, monitoramento e retroalimentação. 4.2 Boas práticas de gestão de Riscos. 5 Processos participativos de gestão pública: controle social e cidadania; mecanismos legais e institucionais de ampliação, diversificação e garantia de direitos individuais, coletivos e difusos. 5.1 Mobilização, organização e participação social nos processos de gestão das instituições estatais: conselhos, conferências e outros fóruns, orçamento participativo, parceria entre governo e sociedade. 5.2 Comunicação na gestão pública, governo eletrônico, transparência da administração pública e accountability. 5.3 Controles interno e externo. 5.4 Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD (Lei nº 13.709/2018 e suas alterações). 6 Articulação versus a fragmentação de ações governamentais. 6.1 Dimensões da coordenação: intragovernamental, intergovernamental e governo-sociedade. 7 Processos governamentais de compras e gestão de contratos. 7.1 Sustentabilidade das contratações. 7.2 Compras centralizadas.
  • EIXO TEMÁTICO 2 (Bloco 05)Maria das Graças Rua | Equipe IGEPP 50 h/a | 119 vídeos | 14 PDFs
    1 As diferentes conceituações de políticas públicas. 1.1 Tipos de políticas públicas: distributivas, regulatórias e redistributivas. 2 O papel do Estado na definição das políticas públicas. 2.1 Poder, racionalidade, discricionariedade, tomada de decisões e implementação de políticas públicas. 2.2 Federalismo e descentralização de políticas públicas no Brasil: organização e funcionamento dos sistemas e programas nacionais. 2.3 Programas de Desenvolvimento Regional. 3 Teorias e modelos de análise contemporâneos de políticas públicas: escolha racional institucional; teoria de redes de políticas públicas; teoria dos múltiplos fluxos; teoria do equilíbrio pontuado; teoria de coalizões de defesa. 4 Políticas Públicas e suas fases: formação da agenda; formulação; implementação; monitoramento e avaliação. 4.1 O processo de elaboração e implementação de políticas públicas: problemas, dilemas e desafios. 4.2 Arranjos institucionais para implementação de políticas públicas. 4.3 Instrumentos e alternativas de implementação, como fundos, consórcios e transferências obrigatórias. 5 A diversidade e a inclusão nas políticas públicas. 5.1 Ações afirmativas e competências para atuação com diversidade de públicos-alvo e interseccionalidades (crianças e adolescentes, pessoas idosas, LGBTQIA+, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, migrantes, indígenas, refugiados e apátridas, dentre outros). 6 Política educacional. 6.1 Avaliações educacionais em larga escala nacionais e internacionais: objetivos, abrangência e público-alvo. 6.2 Exames de Certificação: objetivos, abrangência e públicoalvo. 6.3 Censo da Educação Básica e Censo da Educação Superior: finalidades e aplicações em programas do Governo Federal. 7 Fundamentos da Educação. 7.1 Sociologia da Educação: objeto de estudo, desenvolvimento e principais teóricos. 7.1.1 Correntes e perspectivas sociológicas sobre a educação. 7.1.2 Educação, Estado, sociedade e economia. 7.1.3Educação, cidadania e diversidade. 7.1.4 Ações Afirmativas e Educação. 7.2 istória e Filosofia da Educação. 7.2.1 Ideologia e educação. 7.2.2 A Educação e seu contexto histórico-social: períodos históricos e a Educação no Brasil – Brasil Colônia (1500-1822); Brasil Império (1822-1889); República Velha (1889-1930); A era Vargas (1930-1945); República Populista (1945-1964); Ditadura Militar (1964-1985); Nova República (1985-aos dias atuais). 7.3 Psicologia da Educação. 7.3.1 Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem: concepções teóricas – a humanista, cognitivista, comportamentalista, psicossocial, histórico-cultural, interacionista. 8 Política de justiça e segurança pública. 8.1 Defesa do consumidor. 8.2 Política Nacional sobre drogas (Decreto nº 9.761/2019) e o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (SISNAD) (Lei nº 11.343, de 23 de agosto de 2006 e alterações). 8.3 Política Nacional de Migrações (Lei nº 1.445, de 24 de maio de 2017). 9 Políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação. Critérios, mecanismos e procedimentos de fomento à ciência, à tecnologia e à inovação). 10 Políticas Públicas de ciência, tecnologia e inovação: 10.1 Marco Legal de CT&I (Lei nº 13.243/2016, Constituição Federal art. 218 a 219-B).
  • EIXO TEMÁTICO 3 (Bloco 05)Equipe IGEPP | Maria das Graças Rua 50 h/a | 27 vídeos | 11 PDFs
    1 Cenário epidemiológico do Brasil: transição demográfica e epidemiológica das DCNT e Agravos da Saúde. 1.1 Determinantes sociais, ambientais e biológicos do processo saúde-doença. 1.2 Parâmetros técnicos na organização da rede de atenção à saúde, epidemiologia e vigilância das DCNT e Agravos da Saúde e de seus fatores de risco. 1.3 Sistemas de Informação em Saúde no Brasil e sistematização de Informação. 1.4 Ações de saúde: promoção da saúde, prevenção e controle das DCNT. 1.5 Cuidado integral em saúde: definição, organização de linhas de cuidado em saúde das pessoas com DCNT e Agravos da Saúde. 1.6 Avaliação e monitoramento de políticas e programas de saúde pública para DCNT. 1.7 Informação, Comunicação e Educação em Saúde. 2 Ciência e tecnologia em saúde. 2.1 Tecnologias em saúde: conceitos e tipologia. 2.2 Política Nacional de Gestão de Tecnologia em Saúde. 2.3 Aspectos éticos e bioéticos nos estudos e uso da Avaliação das Tecnologias em Saúde (ATS). 2.4 Análise e uso de bases de dados. 2.5 Tomada de decisão na incorporação tecnológica e fluxo de Incorporação das Novas Tecnologias. 2.6 Avaliação Econômica em Saúde (AES). 3 A Política de Saúde e o Sistema Único de Saúde (SUS). 3.1 Estrutura e organização do Sistema Único de Saúde. 3.2 Financiamento e critérios de alocação de Recursos 
    no SUS. 3.3 Determinantes da Demanda dos Serviços em Saúde 3.4 Modelos Assistenciais em Saúde. 3.5 Análise das políticas públicas de Saúde. 3.6 Programa Nacional de Imunização (PNI). Política Nacional de Promoção da Saúde. 3.7Políticas Públicas de vigilância em saúde; a vigilância em saúde no âmbito do SUS. 3.8 O papel dos serviços de saúde nos diferentes níveis da assistência na resposta às emergências em saúde pública e eventos de potencial risco sanitário nacional das doenças transmissíveis. Legislação do SUS (artigo 196 CF, Lei nº 8080/1990 e suas alterações; Lei 8.142/1990 e suas alterações). 4 Planejamento, administração e gestão em Saúde. 4.1 Gestão e monitoramento do plano; indicadores de avaliação e sistema de gerenciamento do plano 4.2 Elaboração de projetos de investigação e intervenção. 5 Estudos e 
    avaliação de indicadores de saúde: sistemas nacionais de informação para doenças transmissíveis e não transmissíveis. 5.1Diagnóstico de saúde; diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças transmissíveis de notificação obrigatória. 5.2Desenhos de estudos epidemiológicos para investigação de doenças transmissíveis. 5.3 Desenho de estudos avaliativos de efetividade e impacto de intervenções ou políticas públicas com foco nas doenças transmissíveis e não transmissíveis. 5.4Monitoramento e avaliação de intervenções para controle ou eliminação ou erradicação de doenças transmissíveis (tuberculose, hanseníase, sífilis congênita e HIV/AIDS e hepatites). 5.5 Controle e avaliação de risco e programas de educação. 6 Vigilância em saúde. 6.1 Política Nacional de Vigilância em Saúde. 6.2 Contribuição da vigilância em saúde e ferramentas para ações de controle e monitoramento de epidemias, endemias regionais e de vetores relacionados as doenças transmissíveis. 6.3 Planejamento, execução e avaliação do processo de vigilância em saúde das doenças transmissíveis e não transmissíveis. 6.4 Composição de equipes multidisciplinares para o planejamento, execução, monitoramento e avaliação do processo de vigilância das doenças transmissíveis e não transmissíveis. 6.5 Apoio aos profissionais da saúde nas intervenções e no processo de saúde-doença dos indivíduos aliado ao gerenciamento de soluções tecnológicas mitigadoras e da avaliação, controle das doenças transmissíveis e não transmissíveis. 6.6 Investigação, monitoração e avaliação de riscos e dos determinantes dos agravos transmissíveis e dos danos à saúde e ao meio ambiente. 7 Legislação – Desenvolvimento Social: Constituição Federal: 7.1 Direitos sociais (art. 5, 6, 7). 7.2 Direitos Culturais (art. 215, 216). 8 Assistência Social: 8.1Constituição Federal (art. 203, 204). 8.2 Política Nacional de Assistência Social (PNAS), 2004. 8.3 Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), de 1993. 8.4 Norma Operacional Básica do Suas (NOB/Suas). 9 Seguridade Social: Constituição Federal/ Seguridade Social (art. 194). 9.1 Normas mínimas de Seguridade Social, Convenção nº 102 da OIT. 10. Segurança Alimentar. Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan). Lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006 e alterações. 11 Política Social – Movimentos Sociais: 11.1 Projeto ético-político profissional do serviço social. 11.2 Democracia e cidadania na sociedade contemporânea. 11.3 Estado, políticas sociais e movimentos sociais. 11.4 O serviço social nas ONG. 11.5 Estado e sociedade civil: as ONG e políticas sociais. 11.6 Sociedade civil e movimentos sociais: 11.6.1 Associativismo local; 11.6.2Formas de articulação interorganizacionais. 11.6.3 Mobilizações na esfera pública, 11.6.4 Redes de movimentos sociais. 11.7Movimentos sociais: 11.7.1 movimentos rurais e urbanos. 11.7.2 Ações coletivas; 11.7.3. Sujeitos coletivos. 11.8 Movimentos sociais no Brasil: 11.8.1 Aspectos históricos. 11.8.2 Novos atores sociais. 11.9 Cidadania Coletiva e Emergência de Espaços Públicos Não Estatais. 11.10 Globalização, redes de movimentos sociais, cidadania. 12 Política Social – Assistência Social: 12.1 Concepções sobre o surgimento do Estado. 12.2 Manifestações da questão social e o surgimento das políticas sociais. 12.3 Conceito de política social. 12.4 Estado social de direito e Welfare State. 12.5 Política social e constituição da esfera pública. 12.6 Estado brasileiro e proteção social: 12.6.1 Vertentes históricas. 12.6.2 A construção da política social no Brasil.
  • EIXO TEMÁTICO 4 (Bloco 05)Rodrigo Silva Pereira 50 h/a | 14 PDFs
    1 Marcos normativos do sistema de direitos humanos. 1.1 Normas e acordos internacionais: Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948); Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (1966); Declaração e Programa de Ação de Viena (1993); Agenda 2030 da ONU; Sistema Interamericano de Proteção dos Direitos Humanos (Comissão e Corte Interamericana de Direitos Humanos). 1.2 Constituição de 1988 e normas infraconstitucionais. 1.3 Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/1990 e alterações). 1.4 Estatuto da Pessoa Idosa (Lei nº 10.741/2003 e alterações). 1.5 Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015 e alterações). 1.6 Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3). 1.7 Política Nacional de Proteção aos Defensores dos Direitos Humanos (PNPDDH) (Decreto nº 6.044/2007) e Programa de Proteção aos 
    Defensores dos Direitos Humanos, Comunicadores e Ambientalistas (PPDDH) (Decreto nº 9.937/2019 e alterações e Decreto nº 10.815/2021). 2 Direitos Humanos e Realidade brasileira. 2.1 Processos sociais históricos e riscos de violações de direitos humanos: desigualdade econômica, racismo estrutural, exclusão social, desigualdade de gênero no Brasil, discurso de ódio e extremismo. 2.2 Movimentos e lutas sociais em defesa os direitos humanos. 2.3 Meio ambiente e Direitos Humanos. 2.4Articulação e construção de redes/agendas dos direitos humanos. 2.5 Interseccionalidade de agendas e públicos. 2.6Articulação intersetorial e interfederativa. 2.7 Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC). 2.8 Memória e verdade; violência de Estado; justiça de transição; governos autoritários no Brasil e na América do Sul. 3 Marcos normativos sobre povos indígenas. 3.1 Convenção n° 169 da OIT sobre Povos Idígenas e Tribais (decreto nº 10.088, de 5 de novembro de 2019, anexo LXXII). 3.2 Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas. 3.3 Declaração Americana sobre os Direitos dos Povos Indígenas. 3.4 Convenção Interamericana contra o Racismo, a Discriminação Racial e Formas Correlatas de Intolerância (Decreto nº 10.932 de 10 de janeiro de 2022). 3.5 Resolução CNJ nº 454 de 22/04/2022 e Resolução CNJ nº 287 de 25/06/2019. 3.6 Estatuto do Índio (Lei nº 6.001, de 19 de dezembro de 1973). 3.7 Constituição Federal (Capítulo VIII, art. 231 e 232). 4 Marcos normativos sobre população quilombola. 4.1 Decreto nº 4.887, de 20 de novembro de 2003. 4.2 Convenção nº 169 da OIT e Instrução Normativa do Incra nº 57, de 20 de outubro de 2009. 4.3Licenciamento Ambiental de empreendimentos que afetam comunidades quilombolas. 4.4 Comunidades quilombolas: Formação, organização e contexto atual. 5 História e cultura dos Povos Indígenas no Brasil. 5.1 Processos históricos de colonização, resistência e contato com sociedades não indígenas. 5.2 Impactos das políticas de assimilação e dominação. 5.3Movimentos de reafirmação identitária, luta e consolidação dos direitos. Cosmovisão e identidade indígena. 5.4 Diversidade cultural entre os povos indígenas. 5.5 Relações sociais, estruturas familiares e sistemas de parentesco. 5.6 Significados simbólicos, mitologia e rituais indígenas. 6 Políticas indigenistas.6.1 Histórico das políticas de indigenismo no Brasil. 6.2Programas governamentais voltados para os povos indígenas. 6.3 Estatuto do Índio. Direitos territoriais e demarcação de terras indígenas. 6.4 Proteção da cultura indígena e seus aspectos imateriais. 6.5 Abordagens éticas na pesquisa e intervenção com povos indígenas. 6.6 Contatos interétnicos e o respeito às crenças e aos valores das populações indígeas. 6.7 A antropologia aplicada ao indigenismo – problemas e definições. 7 Gestão de Terras Indígenas. 7.1 Processos de demarcação e regularização fundiária. 7.2 Questões de sobreposição de territórios, conflitos fundiários e mediação. 7.3 Preservação ambiental e cultural das terras indígenas. 8 Questão indígena e os desafios contemporâneos. 8.1 Impactos da urbanização, modernização e globalização. Saúde, educação, trabalho e condições de vida das populações indígenas. 9 Posse e propriedade da terra. 9.1 Migrações. 9.2 Conflitos e movimentos‐sociais. 9.3 A importância da economia camponesa: grupo doméstico e organização da produção no campo. 9.4 O significado da terra e as mudanças tecnológicas. 9.5 A reprodução da sociedade camponesa e a expansão do capital.
  • EIXO TEMÁTICO 5 (Bloco 05)Vanderlan Marcelo | Maria das Graças Rua | Rodrigo Silva Pereira 50 h/a | 17 vídeos | 13 PDFs
    1 Pesquisa Qualitativa e Quantitativa. 1.1 Objetivos da uma pesquisa científica: pesquisa descritiva, pesquisa exploratória e pesquisa explicativa. 2 Métodos de Pesquisa Científica. 2.1 O ciclo da pesquisa e suas etapas. A construção do projeto de pesquisa: escolha do tema e formulação do problema, revisão de Literatura, definição dos objetivos, formulação de hipóteses, definição das variáveis, instrumentos e técnicas de coleta e análise de dados, técnicas de organização e apresentação de dados. 3 Elaboração de estudos de impacto. 4 Avaliação de políticas públicas. 4.1 Tipos de avaliação: avaliação diagnóstica, formativa e somativa. 4.2 Principais componentes do processo de avaliação: custo-benefício, escala, efetividade, impacto das políticas públicas. 5 Análise de indicadores. 5.1 Análise de Evidências: Revisão Sistemática e Meta-análise. 6 Avaliação e 
    participação social. Paradigmas de avaliação participativa e participante. 7 Ética em Pesquisa. Resoluções nacionais da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa/Conselho – Resolução CNS 466/2012: Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos, Resolução CNS 510/2016- Pesquisas em Ciências Humanas e Sociais e Resolução 
    CNS 580/2018 - Pesquisa de interesse estratégico para o Sistema Único de Saúde – SUS. Práticas de ética na comunicação científica. 8 Princípios de Diversidade, Equidade, Inclusão e Acessibilidade na pesquisa científica.
  • DISCURSIVAS PARA BLOCO 5 (Conhecimentos Específicos) Pós-Edital [CPNU-2024]Rodrigo Silva Pereira | Maria das Graças Rua | Alvaro Costa Jr | Rafael Barbosa 50 h/a | 35 vídeos | 11 PDFs
  • SIMULADOS BLOCO 05 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos)Equipe IGEPP 20 h/a | 9 PDFs
  • RETA FINAL (DIRETO AO PONTO) [BLOCO 05] (Conhecimentos Gerais e Específicos) Pós-Edital [CPNU 2024]Equipe IGEPP 50 h/a | 13 vídeos | 28 PDFs

Veja também

Filtre por área:
Ciclo de GestãoGestorAgências ReguladorasFiscal
Ciclo de Gestão | GestorCNU 2024 - Reta Final - Bloco 7 (Gestão Governamental e Administração Pública) - Pós-EditalCONFORME EDITAL CESGRANRIO N.07, de 10 de janeiro, de 2024.
250 horas aula ConfirmadoPré-matrícula
GestorCNU 2024 - Reta Final - Bloco 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos) - Pós-Edital
250 horas aula A ConfirmarAdd lista de interessados
GestorCPNU - 2024 - Políticas Públicas (Teoria, Exercícios e Discursivas) - Blocos 01 a 07 - Pós-Edital
100 horas aula ConfirmadoPré-matrícula
Agências Reguladoras | Ciclo de Gestão | Fiscal | GestorCNU - 2024 - Discursivas com correção - Blocos 01 a 08 - Pós-Edital
10 horas aula ConfirmadoPré-matrícula
Ciclo de Gestão | GestorCPNU 2024 (Completo) - Bloco 7 (Gestão Governamental e Administração Pública) - Pós-EditalCONFORME EDITAL CESGRANRIO N.07, de 10 de janeiro, de 2024.
500 horas aula ConfirmadoPré-matrícula


Palavra do Aluno

"Olá!! Estou escrevendo para agradecer pela minha experiência com vocês. Nunca tinha me preparado para nenhum concurso antes, minhas primeiras provas "para valer" foram APPGG-SP, Ipea e APO, todas estudando com o Igepp. Tive o privilégio de passar em primeiro lugar para APPGG, além de ter sido aprovado em nono lugar (AC) no Ipea, na área de Políticas Públicas e Sociedade. Já no concurso para APO - ainda em andamento -, obtive, empatado com mais alguns candidatos, a terceira maior nota na primeira fase (provas objetivas) em minha especialidade.

Com a aprovação no Ipea, minha prioridade, considero encerrada a minha trajetória de preparação para concursos, e certamente o Igepp teve um papel importante nisso. Gostaria de deixar meu agradecimento especial ao professor Vanderlan Marcelo, que tem o dom de converter conteúdos quantitativos complexos em algo palatável para quem não é de exatas. Uma das didáticas mais incríveis que já pude testemunhar, por isso meu agradecimento especial a ele!"

Luiz Michelon Zardo

1º Lugar em Analista de Políticas Públicas de Gestão Governamental do município de São Paulo

"O curso de Pós-Graduação em Direito Parlamentar e Processo Legislativo do IGEPP ampliou meus conhecimentos específicos acerca do Poder Legislativo e do Processo legislativo. Ainda, permitiu a reflexão crítica sobre o papel das Casas Legislativas na conjuntura atual. O curso aborda uma variedade de disciplinas fundamentais para a compreensão de temas e dinâmicas legislativas. Os professores são excelentes e as aulas muito didáticas. A plataforma online, muito acessível, facilita o acompanhamento dos estudos e permite flexibilidade total. O curso é fundamental para quem busca novas perspectivas profissionais e maior fundamento para analisar os debates políticos contemporâneos. Agradeço ao time IGEPP pela organização e atendimento sempre muito atencioso!"

Paula Baratella

"Eu sou Melina, tenho 31 anos; eu fui aprovada no concurso do Senado Federal, para o cargo Analista Legislativo, especialidade Processo Legislativo. Para concursos de alto nível é necessária uma preparação de longo prazo. Quando começaram os rumores do concurso do Senado, o IGEPP já tinha uma excelente reputação, então, eu decidi apostar neste cursinho. Eu, realmente, falo que vale a pena. Na época eu preferi pagar um cursinho melhor para ter professores de alto nível e uma administração comprometida. Eu tive muita sorte de ter buscado o IGEPP. Quem chegou até o final, quase todas as pessoas da sala passaram. Na época, eu conheci o IGEPP porque o curso preparatório era líder de aprovação para o concurso de Gestor que é um concurso muito difícil, muito disputado. Então, eu pensei: bom, esse preparatório deve ser bom. E, realmente, foi o diferencial na minha aprovação. Sem dúvida alguma, eu nunca tinha estudado em um curso com tantos professores qualificados e uma organização impecável. Realmente a organização da administração, as aulas, a carga horária: tudo isso foi um grande diferencial na minha aprovação. Eu, realmente, sou grata ao IGEPP, aos professores, ao Álvaro. Quando eu recebi a notícia da minha aprovação foi um momento único, de muita felicidade. O dia da minha nomeação foi um dos dias mais felizes da minha vida."

Melina Fernandez

"Preparação com antecedência é a filosofia do IGEPP. Eu mesmo digo, por experiência própria, que aqui no IGEPP fiz amigos para a vida inteira. No dia da minha posse, já conhecia mais da metade dos colegas que lá se encontravam. Não desistam. A aprovação em concursos envolve uma série de fatores. O nosso objetivo é estarmos bem-preparados para minimizarmos ao máximo os fatores que são alheios à nossa vontade e conseguirmos lograr uma aprovação ainda que não nos sejam favoráveis. Para auxiliar nessa preparação é importante contar com a ajuda de profissionais que já possuem grande experiência na preparação de candidatos para concursos públicos. Isso o IGEPP tem a oferecer. Eu mesmo fui aluno da casa, contei com o auxílio de diversos professores, assisti aulas, realizei simulados, questões, cursos de exercícios e tudo isso me deu um suporte necessário para eu conseguir lograr êxito na minha prova para Analista Legislativo e para Consultor Legislativo do Senado. IGEPP, líder imbatível em aprovações."

Foi Analista Legislativo da Câmara dos Deputados, aprovado no último concurso, realizado em 2012.

Agora é Consultor Legislativo do Senado Federal.

Roberto Ribeiro

“Eu passei no concurso do Banco Central em 7º lugar. Eu conheci o IGEPP por conta de uma grande amiga minha e ela disse: faz lá porque o curso é excelente e vai seu um diferencial para você.  E, de fato, foi. Eu vim, conheci a estrutura, a carga-horária e eu falo para quem quiser ouvir: foi um diferencial para a minha aprovação. Eu passei no Banco porque eu tive determinação, eu estudei muito, tive uma família que me apoiou muito, amigos que me deram suporte, inclusive, indicando o curso que foi um grande diferencial que me ajudou a estudar corretamente aquilo que eu precisava. Professores excelentes, uma aula extremamente focada; eu tive uma boa preparação. O IGEPP te prepara corretamente. Fiz simulados, fiz redação e isso me deu uma boa base para a hora da prova. Todas as pessoas que estudaram comigo passaram. Isso também é um diferencial do IGEPP em relação aos outros cursinhos.”

Carolina Netto

“Oi! Boa Tarde! Me nome é Olávia Cristina Gomes Bonfim, fui aprovada em 1º lugar para o cargo de consultor legislativo, área Constituição e Justiça, da CLDF. Fiz um curso com vocês no IGEPP online. Gostaria de agradecer pela contribuição na minha aprovação!” 

Aprovada em primeiro lugar para o cargo de Consultor Legislativo, área Constituição e Justiça, do Concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (2018)

Olávia Cristina Gomes Bonfim

Câmara Legislativa do Distrito Federal - Consultora Legislativa

"Percebi que o IGEPP não mede esforços para oferecer um bom ensino. O corpo docente é muito bom! Tive aula com os melhores professores de cada tema, muitos vieram de outros estados. As matérias são bem divididas e temos apoio on-line. Além disso, a parte administrativa do IGEPP é muito boa. Quando o tempo é curto, uma boa organização no curso é fundamental."

Utilizou a Pós para melhor colocação profissional na empresa que trabalha.

Bruno Varjão

"Eu não era servidor público antes de estudar no IGEPP. Depois de dois anos de estudos, tomei posse na Agência Espacial Brasileira, estou aguardando ser chamado para o MPOG e para  Auditor de Controle Interno do Distrito Federal.

Aprovado para a Agência Espacial Brasileira, MPOG e Auditor de Controle Interno do DF.

Rafael Duarte de Paula Silva

"Eu já era servidora pública e com o conteúdo ministrado na Pós em Gestão Pública do IGEPP, consegui outra aprovação: no primeiro concurso para Gestor de São Paulo. Na minha opinião, essa é a melhor instituição do mercado que prepara as carreiras de Gestão."

Aprovada para APPGG/ SP - 2015 (Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental de São Paulo).

Ellen Carolina Bandeira

"Cursar a Pós em Gestão Pública no IGEPP foi uma oportunidade de conhecer melhor a Administração Pública Federal. Com o amplo conhecimento e embasamento teórico conquistados, pude aplicá-los na rotina do órgão público onde trabalho."

Cursou a Pós em Gestão Pública para aplicar os conhecimentos no órgão público que trabalha: Ministério da Justiça. Aguarda sair o edital de Gestor Público Federal. 

José Albuquerque Nogueira

"Estudei no IGEPP, fui aprovada para Analista de Políticas Sociais e fiquei encantada com o nível dos professores e a proximidade da Secretaria Acadêmica com os alunos. Resolvi cursar a Pós em Gestão Pública, que me ajudou tanto em passar em outros concursos públicos, como também na seleção interna do órgão que eu trabalhava. Logo após o fim das aulas, saiu o edital para Analista de Gestão Pública do MPU, consegui aprovação e é o cargo que ocupo hoje."

Aprovada para Analista de Gestão Pública do MPU/ 2013 e para Gestor Público Federal (Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do MPOG)/ 2013.

Cecília Lamounier

A preparação oferecida pelo IGEPP é de fato diferenciada, sendo de grande relevância para candidatos que estão em estágio mais avançado nos estudos e na experiência em concursos, o que se percebe inclusive pelo nível dos alunos que a escola atrai.

Airton Luciano Aragão Júnior

"Se preparar com antecedência é fundamental para ser bem-sucedido nessa trajetória de concursos públicos. Eu decidi fazer cursinho no IGEPP porque a minha irmã me indicou. Minha irmã já tinha passado no concurso da Câmara, que é um dos concursos mais difíceis, e ela ficou insistindo para eu fazer concurso e para eu fazer o cursinho no IGEPP porque ela tinha sentido que tinha sido um diferencial: a qualidade dos professores, a estrutura e o material que eles oferecem. Então, eu fui lá, fiz, me matriculei no curso completo no curso do Banco Central. Ainda mais que tinham várias matérias de concurso que eu não tinha conhecimento nenhum, então eu fiz o curso completo e, realmente, eu senti que isso foi um diferencial muito grande. Lá, eu pude ver professores de excelente qualidade, professores que tem uma bagagem muito grande e alguns até já são do Banco Central. No meu caso, além do conteúdo, a gente pôde conhecer um pouquinho como era a instituição e isso também me motivou bastante. Lá no IGEPP, eu tive a oportunidade de além dos exercícios em sala, fazer simulados que foram muito importantes. Fazer os simulados me deu muito mais segurança para o dia da prova. Além dos professores, do material, dos simulados e dos exercícios, eu pude conhecer pessoas que estavam no mesmo barco comigo. Isso deixou a trajetória mais leve."

Mayara Trindade

A INSTITUIÇÃO    |    CURSOS    |    PROFESSORES    |    EVENTOS    |    NOTÍCIAS    |    CONTATO
IGEPP ONLINE 2024 © | Todos os direitos reservados
SCRN 708/709 Bloco A sala 201 - ASA NORTE - Brasília/DF - CEP: 70741-610